Nunca é uma boa ideia pagar mais por um produto do que ele realmente vale, o mesmo raciocínio acontece com as ações. O Valor Intrínseco de Uma Ação nada mais é do que o valor que esse ativo realmente vale.

Entender o Valor Intrínseco de Uma Ação ajuda você a saber se este ativo está com um preço atrativo (significando uma oportunidade) ou não, dando suporte a sua tomada de decisão para investir ou não investir em determinada empresa.

Os preços das ações seguem a lógica da oferta e demanda, o que, somado à loucura e irracionalidade que aparecem às vezes nos mercados, pode valorizar algumas ações de maneira exagerada, totalmente desconexa dos seus respectivos Valores Intrínsecos, representando um risco ao investidor.

Em um exemplo prático, imagine que você é dono de um quiosque que vende guloseimas em um Parque.

Com a venda de lanches, bebidas e outros salgados e doces, você consegue obter R$ 150.000 por ano em Lucro Líquido.

Por mais que seja um negócio com pouca margem para crescimento, ele é capaz de fornecer a você uma renda constante através de uma operação relativamente simples e lucrativa.

Agora, imagine a situação de uma pessoa que oferece R$ 5.000 para comprar o seu quiosque. Você iria dizer que não aceitaria de maneira alguma, afinal você sabe que consegue ganhar muito mais do que isso em um ano (mesmo sem fazer o cálculo do Valor Intrínseco).

No entanto, também imagine a situação em que uma outra pessoa oferece R$ 3.000.000 pelo seu quiosque. Com uma oferta assim, você sabe que o valor de mercado oferecido está indo muito além ao Valor Intrínseco do seu ativo.

Em outras palavras, você estaria recebendo muito mais pelo seu quiosque do que ele realmente vale, tanto que demoraria décadas para fazer essa quantia de dinheiro com o quiosque, o que torna muito atrativa a situação de pegar o dinheiro e investir em outro projeto.

O Que é Valor Intrínseco?

O Valor Intrínseco é o número que estima o quanto um ativo realmente vale hoje em função dos seus resultados financeiros futuros (projetados).

Em outras palavras, o Valor Intrínseco de uma empresa (ou qualquer outro ativo financeiro) é o Valor Presente de todos os fluxos de caixa futuros descontado a uma taxa de desconto apropriada.

Para isso, precisamos dominar o Fluxo de Caixa Livre, que por sua vez é basicamente o número que você chega quando retira todas as Saídas De Caixa (outflows) e adiciona todas as Entradas De Caixa (inflows).

Para o cálculo do Valor Intrínseco, esses valores precisam ser trazidos ao tempo presente em razão de o dinheiro possuir valor no tempo. Por exemplo, sabemos que R$ 100,00 hoje não é a mesma coisa que R$ 100,00 em um ano, devido a inflação, taxas de juros e uma série de outros fatores.

Uma outra maneira de entender o que é Valor Intrínseco pode ser o preço que um investidor racional está disposto a pagar por um ativo, dado o seu nível de risco.

Qualquer investidor que almeja ter sucesso no longo prazo precisa saber o Valor Intrínseco das ações que investe, com o objetivo de descobrir se determinado ativo está descontado ou não em relação ao mercado e assim encontrar as melhores oportunidades de investimento.

Como Calcular o Valor Intrínseco De Uma Ação

Agora que você já sabe o que é o Valor Intrínseco de uma ação, é preciso descobrir como calcular.

À seguir, serão explicados os três principais métodos para calcular o Valor Intrínseco de uma empresa: Fluxo de Caixa Descontado, Fórmula de Valor Intrínseco de Benjamin Graham e Modelo de Desconto de Dividendos.

Fluxo De Caixa Descontado

A análise de Fluxo de Caixa Descontado é uma das mais utilizadas dentro dos mercados financeiros. Basicamente, este modelo de cálculo pode ser dividido em 3 etapas:

  1. Estimar Fluxos de Caixa Futuros:

Talvez essa seja a parte mais complexa deste modelo.

Para ele funcionar, é preciso estimar os fluxos de caixa futuros da empresa. Isso pode ser feito através de dados históricos, com os quais é possível encontrar padrões e determinar uma taxa de crescimento justa para os próximos anos (embora dados históricos sejam perigosos, já que rentabilidade passada não significa rentabilidade futura).

valor intrínseco de uma ação

Ainda, você pode buscar os dados que os principais analistas estão se baseando, afinal a profissão deles envolve descobrir o Valor Intrínseco das Ações e contar aos seus clientes se isso é uma oportunidade ou não, por isso fazem uma análise criteriosa.

Por último, também existe a opção de você, com base no seu conhecimento de mercado, determinar de maneira própria os valores futuros (o que pode ser arriscado se você ainda não tiver uma boa experiência como investidor).

Na hora de estimar os fluxos de caixa futuros, para uma projeção confiável do Valor Intrínseco, uma análise dos próximos 5 anos já deve bastar (é claro que você pode usar mais anos se desejar, é a sua preferência).

Para ter acesso as planilhas, entre no site de Relações com Investidores da Empresa que você quer analisar. As empresas são obrigadas a manter esses documentos armazenados lá.

  1. Descontar Os Fluxos De Caixa Futuros Para o Presente

Como o dinheiro possui valor no tempo, para comparar quantias obtidas em períodos diferentes, precisamos “trazer” todos os fluxos de caixa para o mesmo período. Isso pode ser feito através da fórmula abaixo:

Como taxa de desconto, é adequado utilizar o Weighted Average Cost of Capital (WACC), também conhecido como Custo Médio Ponderado de Capital, em função de este indicador representar o custo de oportunidade da firma.

Por sua vez, o Valor Terminal consiste no valor de venda dos ativos e quitação dos passivos no caso de encerramento da empresa.

Como a obtenção desse indicador é um pouco complexa de ser explicada com palavras, este vídeo do Professor Flávio Moita deixa muito claro como obter o WACC.

  1. Comparar o Valor Intrínseco Com o Preço Da Ação

Depois de completar o cálculo, você saberá valor justo da empresa e pode compará-lo com o valor atual, assim saberá se a ação está descontada ou não.

Obviamente, como se tratam de estimativas, é improvável que o cálculo vai estar 100% adequado a realidade, mas é melhor ter uma noção mínima do que não ter noção nenhuma.

Fórmula De Valor Intrínseco De Benjamin Graham

benjamin graham
Benjamin Graham

Benjamin Graham, provavelmente o criador do que chamamos Value Investing, a filosofia de investimento de maior sucesso na história também criou uma forma própria para calcular o Valor Intrínseco de uma ação.

valor intrínseco graham

Com a Fórmula de Valor Intrínseco de Benjamin Graham, as únicas coisas que precisam ser estimadas são o lucro por ação projetado para o ano seguinte (algo que as próprias empresas divulgam às vezes) e também a taxa de crescimento do lucro por ação no longo prazo (Graham dizia que esta é a taxa em que você se sentiria confortável em dizer que a companhia poderia crescer nos próximos 10 anos).

Modelo De Desconto De Dividendos

Assim como no Fluxo De Caixa Descontado, o Modelo de Desconto de Dividendos (conhecido ainda como Modelo de Gordon) também funciona na base de estimativas.

Com este modelo, é possível descobrir o Preço Justo de uma ação com base nos Dividendos Futuros que serão pagos pela empresa.

Duas coisas são muito importantes para completar o cálculo:

  • Taxa de Juros significa a Taxa de Retorno requerida pelo Investidor (por exemplo, se você almejar um retorno de 10% a.a., é necessário colocar 0,10 como a Taxa de Juros no cálculo)
  • É preciso estimar a Taxa de Crescimento dos Dividendos, que é uma constante que indica a porcentagem de crescimento dos dividendos na perpetuidade.

Essa taxa não pode ser maior do que a taxa de crescimento da economia, caso contrário, estaríamos assumindo que a empresa se tornaria maior do que a própria economia em algum momento.

Também, para esse modelo funcionar, a estimativa da Taxa de Crescimento de Dividendos precisa ser menor do que a taxa de retorno requerida, caso contrário, o cálculo não vai fechar.

Uma taxa de crescimento considerada conservadora gira em torno de 1%.

Outro problema deste modelo é que ele assume um crescimento constante e regular, algo que não acontece muitas vezes na realidade das empresas.

Após o cálculo do Preço Justo, é possível compará-lo com a cotação atual da ação para observar se o ativo está supervalorizado (caro) ou sobrevalorizado (barato).

Saber o Valor Intrínseco de uma Ação é essencial para todo investidor que deseja encontrar As Melhores Oportunidades da Bolsa.

Por último, nenhum método de Valuation de ações é perfeito, simplesmente pelo fato de que o futuro é totalmente imprevisível, por isso, o ideal é sempre ter uma Carteira Bem Diversificada, preparada para todos os cenários que possam acontecer.

Quer aprender a escolher as ações certas? Baixe o nosso Checklist Gratuito com os 26 Critérios para Escolher as Melhores Ações!