Neste artigo, você vai descobrir qual a visão do mercado sobre as Ações Que Pagam Dividendos Gordos Em 2020. Lembrando que o conteúdo deste artigo foi feito baseado em dividendos projetados, isto é, esperados pelos analistas (mas que não precisam obrigatoriamente ser pagos).

O Que São Dividendos

Quando você compra ações de uma companhia, você passa a ser dono de uma parte desta companhia, na porcentagem referente ao número de ações que você comprou.

As companhias, através das suas operações, possuem como objetivo principal a geração de lucros.

acoes-que-pagam-dividendo

No entanto, as empresas podem fazer três coisas diferentes se obtiverem lucros depois de apurar e pagar todos os seus custos e despesas em determinado período:

  1. Distribuir esses recursos (ou parte deles) para os acionistas
  2. Iniciar um programa de recompra de ações, no qual a companhia usa os lucros para recomprar as suas próprias ações no mercado, o que vai aumentar a participação dos acionistas no capital da empresa
  3. Reinvestir os lucros no próprio negócio ou em novas oportunidades de negócio, cuja expectativa é de gerar mais lucro no futuro

Por sua vez, dividendos se encaixam no número 1, sendo uma forma de distribuição de lucros (provavelmente a principal delas). Essa distribuição ocorre por ação, se você possui 100 ações de uma empresa que paga R$ 2,00 de dividendos anuais, você vai receber R$ 200,00 por ano em dividendos.

Nos Estados Unidos, as empresas geralmente pagam dividendos trimestralmente, embora algumas paguem semestralmente e outras até mesmo mensalmente.

OBS.: Se você estiver interessado em receber dividendos em Dólar, aprenda a abrir uma conta em uma corretora americana em menos de 10 minutos.

No entanto, nem todas as ações pagam dividendos – se você está interessado em investir para receber dividendos, você precisa aprender a escolher algumas ações específicas, chamadas de Ações de Dividendos.

Por Que As Empresas Pagam Dividendos?

As empresas de dividendos conseguem ter um fluxo de caixa forte e alocação de capital disciplinada, que possibilitam o pagamento de proventos aos acionistas.

Já empresas de crescimento investem todos os centavos que geram no próprio crescimento (Atividades de Pesquisa & Desenvolvimento, Aquisições e até mesmo esforços de Marketing).

As ações pagam dividendos por três razões principais:

  1. Distribuir Lucros de Volta Aos Acionistas: quando os gestores sentem que um negócio atingiu o ponto em que não é mais possível expandir ou crescer de maneira eficiente, se torna mais inteligente retornar o dinheiro que sobra aos acionistas.
  2. Manter/Valorizar os Preços das Ações: ainda que a distribuição de dividendos diminua o valor da companhia momentaneamente (afinal, esse dinheiro sai do caixa da empresa), ele serve como indicativo de que o negócio está indo bem e gera fluxo de caixa suficiente para pagar proventos.
  3. Manter os Acionistas Felizes: alguns investidores simplesmente adoram as ações que pagam dividendos constantemente.

Muitos investidores contam com o pagamento de dividendos como uma fonte de renda extra, por isso, os proventos são muito importantes para a relação entre o investidor e a empresa.

Ainda, se uma empresa está pagando poucos dividendos ou não está pagando dividendos, isso não significa que a companhia e o seu modelo de negócio não sejam bons.

Como Identificar Ações Que Pagam Dividendos

Ações de Dividendos sempre foram consideradas um dos pilares de qualquer Carteira de Investimento de um investidor que esteja buscando apreciação de capital, rendimento residual e uma maior estabilidade frente as Ações de Crescimento.

ações-que-pagam-dividendos-2020

Para identificar essas empresas, é preciso imaginar alguns cenários.

Considere primeiro uma Empresa de Alto crescimento. Depois de quitar todas as despesas, os lucros obtidos pela empresa são melhor utilizados se forem reinvestidos na própria empresa.

Como resultado desse reinvestimento, a empresa consegue crescer mais no futuro, tendo como consequência a valorização das ações.

Agora pense em uma Empresa Madura, com pouco ou nenhum espaço para crescimento. Essas empresas encontram uma oportunidade melhor em aproveitar os recursos gerados ao remunerar os acionistas com dividendos (já que não existem oportunidades que justifiquem reinvestir esse dinheiro no negócio).

Por outro lado, embora geralmente paguem dividendos constantes, as ações de companhias maduras tendem a se valorizar menos do que as Ações de companhias em crescimento.

melhores-dividendos-2020
Benjamin Graham

Benjamin Graham, uma das principais figuras do Value Investing (método de investimento de maior sucesso na história), afirmava que os dividendos revelam a qualidade das companhias e dos seus modelos de negócio.

Ainda, na opinião dele, o pagamento de dividendos constantes (ao menos durante os últimos 20 anos) é um dos critérios fundamentais para o investidor com perfil mais conservador incluir novas ações na sua carteira de investimentos.

Uma empresa que consegue manter o pagamento de dividendos em um número constante e/ou crescente durante 20 anos certamente possui algum diferencial competitivo relevante e por isso tende a ser um bom negócio.

Por outro lado, os investidores focados em dividendos, que usam isso como forma de obter renda passiva, geralmente se preocupam com a sustentabilidade dos dividendos de uma companhia. Esses investidores sabem exatamente como interpretar um corte nos dividendos, que geralmente é resultado de um desses dois pontos:

  1. O negócio não está indo bem suficiente para continuar pagando bons dividendos (esses recursos vão ser necessários para outros fins)
  2. A administração não está mais interessada em remunerar os acionistas com dividendos

Nenhum desses pontos é positivo para o acionista. No entanto, é possível mitigar esses riscos estando atento ao panorama financeiro atual da empresa e também observando as atitudes passadas dos executivos e acionistas controladores relacionadas a governança corporativa.

Ações Que Pagam Dividendos Gordos Em 2020

Todos os anos, a Economática estima o Dividend Yield (dividendo por ação dividido pelo preço da ação) anual das empresas listadas na B3.

Para o estudo, eles possuem diversos critérios como:

  • Liquidez: são consideradas apenas companhias com volume financeiro médio diário de ao menos R$ 5 milhões em 2019.
  • Lucro: as companhias deveriam ter registrado lucro em 2018 e nos nove primeiros meses de 2019. Sendo que o lucro em 2019 deve ser equivalente a pelo menos 75% do acumulado de 2018. Isso projeta ganhos no ano iguais ou superiores aos do ano anterior.
  • Histórico: as empresas também devem ter pago dividendos ou Juros Sobre Capital Próprios em 2018.

Sendo assim, os maiores Dividend Yields de 2020 tendem a ser das seguintes ações:

  1. Itaú Unibanco ON (ITUB3): 8,76%
  2. Wiz S.A (WIZS3): 7,87%
  3. Itaú Unibanco PN (ITUB4): 7,56%
  4. Taesa (TAEE11): 6,06%
  5. Banrisul (BRSR6): 5,75%
  6. Bradesco (BBDC4): 5,54%
  7. ABC Brasil (ABCB4): 5,44%
  8. brMalls (BRML3): 5,40%
  9. Bradesco ON (BBDC3): 5,35%
  10. Cemig (CMIG4): 5,26%
  11. MRV (MRVE3): 5,16%
  12. Banco do Brasil (BBAS3): 4,83%
  13. Cemig (CMIG3): 4,65%
  14. Tupy (TUPY3): 4,45%
  15. Sanepar UNIT (SAPR11): 4,35%
  16. Sanepar PN (SAPR4): 4,26%
  17. Santander (SANB11): 4,22%
  18. BB Seguridade (BBSE3): 4,19%
  19. Tegma (TGMA3): 4,17%
  20. Copel (CPLE6): 4,12%
  21. CCR (CCRO3): 4,02%

É bom lembrar que nem sempre um Dividend Yield elevado é sinônimo de bom investimento. Para entender mais sobre isso, veja esse vídeo feito pelo Daniel Nigri, uma referência em análise de ações.

A Economática também deixa claro que o estudo é resultado de uma metodologia quantitativa, sendo necessário analisar as empresas de forma individual, utilizando fatores que vão além do Dividend Yield.

Quer aprender a escolher as ações certas? Baixe o nosso Checklist Gratuito com os 26 Critérios para Escolher as Melhores Ações!